50% OFF
Coleção Mulheres de Verdades

A Coleção Mulheres de Verdades reúne escritos de mulheres que se expressam pelas mais diversas linguagens. Em edições artesanais, transporta porções controladas de verdades cotidianas transformadas em palavras. São quatro livros:

Tempo incerto - coletânea das letras das canções da cantora e compositora Karina Ninni, já gravadas em parcerias com compositores de várias partes do Brasil. "Eu brinco de compor desde muito menina. Desde que aprendi uns primeiros acordes no violão (primeiros e únicos, diga-se de passagem, rs), comecei a brincar disso."
Poemins - facsímile dos haicais da jornalista e escritora Liliane Oraggio, produzidos entre 1986 e 1988. "Naquela época eu mesma era página branca. O papel era encorpado e as palavras viravam tinta passando pela fita de cetim da Olivetti azul."
Aula de poesia - conto da escritora e poeta Regina Gulla, sobre uma aula de poesia bastante peculiar. "É assim, olha: a gente tem uma montanha de palavras, pra aprender do dicionário, pra ler noticiário, escrever relatório, pesquisar ciência, mostrar competência... Mas tem uma hora que a linguagem de todos, igual pra todos, chega a aborrecer. Então o dentro da gente grita: Liberdade! A Língua é minha!"
Poemas safados - coletânea de 20 poemas de Lizandra Magon de Almeida, que retratam de forma debochada e lírica as agruras do amor em tempos de aplicativos e redes sociais.

 

Coleção Mulheres de Verdades
R$40,00 R$20,00
Frete grátis
Coleção Mulheres de Verdades R$20,00

A Coleção Mulheres de Verdades reúne escritos de mulheres que se expressam pelas mais diversas linguagens. Em edições artesanais, transporta porções controladas de verdades cotidianas transformadas em palavras. São quatro livros:

Tempo incerto - coletânea das letras das canções da cantora e compositora Karina Ninni, já gravadas em parcerias com compositores de várias partes do Brasil. "Eu brinco de compor desde muito menina. Desde que aprendi uns primeiros acordes no violão (primeiros e únicos, diga-se de passagem, rs), comecei a brincar disso."
Poemins - facsímile dos haicais da jornalista e escritora Liliane Oraggio, produzidos entre 1986 e 1988. "Naquela época eu mesma era página branca. O papel era encorpado e as palavras viravam tinta passando pela fita de cetim da Olivetti azul."
Aula de poesia - conto da escritora e poeta Regina Gulla, sobre uma aula de poesia bastante peculiar. "É assim, olha: a gente tem uma montanha de palavras, pra aprender do dicionário, pra ler noticiário, escrever relatório, pesquisar ciência, mostrar competência... Mas tem uma hora que a linguagem de todos, igual pra todos, chega a aborrecer. Então o dentro da gente grita: Liberdade! A Língua é minha!"
Poemas safados - coletânea de 20 poemas de Lizandra Magon de Almeida, que retratam de forma debochada e lírica as agruras do amor em tempos de aplicativos e redes sociais.